Pular para o conteúdo principal

O tempo é o remédio - Alice no país que ela criou (Experimento)

Faz muito tempo que não escrevo algo em meu blog, não por que não queira ou por que não tenho assunto. Simplesmente, precisei refazer alguns fatores da minha vida, que confesso, ainda não estão controlados do jeito que gostaria...
Com esse tempo percebi que precisava extrapolar as barreiras do silêncio, falar o que sinto, sem parecer a pessoa vitima das circunstâncias. É, aprendi que o tempo para pessoas ansiosas como eu, é um super remédio, o tempo é Deus quem faz, não eu, eu apenas contribuo para que a vida esteja em constante movimento, que não fique na inércia, mas a concretização é resultado do trabalho conjunto com Deus.
Este primeiro contato fora do silêncio ao qual me encontrava pode parecer confuso para quem buscar me entender nessas poucas palavras, mas para mim, é um momento de renovação de forças, esperança resgatada, sonhos que voltam a existir.
Pareço vítima, mas não de ninguém ou de quê... Sou vítima de mim mesma, descobri que nesse período não eram as pessoas ou assuntos que me faziam mal, era eu mesma que colocava barreiras para cumprir minhas atividades pessoais, executar com entusiasmo e auto-estima todas as demandas diárias, onde eu, Alice, criei dentro de mim.
-------------//-------------//-------------//-------------//-------------
Ok! Bem, esse blog como você já sabe é meu, Valéria Vasconcelos. Estou com o projeto de escrever um Livro com o seguinte título: Eu X Eu - Quando o inimigo as vezes é você mesmo. Que conta as história de Alice uma mulher que com sua baixa auto-estima não percebe as bençãos de sua vida, não enxerga suas vitórias, que amargura-se por achar que a sociedade com seus padrões pré fixados não é moldura para sua existência. Estou fazendo um experimento, pois o meu primeiro questionamento foi: Quem vai querer comprar um livro com a história de uma mulher com baixa auto-estima que não enxerga o mundo maravilhoso que há lá fora? Mas, percebi que aspectos psicológicos desse nível afligem muitas pessoas, pessoas muitas vezes próximas nossas, que não reconhecem a si mesmas, que lutam fortemente contra elas mesmas. É uma obra ainda aberta por essa razão gostaria de saber sua opinião, por gentileza, encaminhem comentários com sugestões, críticas ou elogios, para saber o que vocês acharam. Agradeço desde já!

Comentários

EU &TU disse…
Te apoio mana, por acreditar na sua capacidade e conhecimento que serão muito valiosos para o engrandecimento do seu livro. Sei o quanto é determinada e competente. Sei que fará por onde merecer tanto respeito e admiração, como o tem feito até hoje em sua vida profissional e pessoal. Grande bjo!

"Para o sucesso, atitude é igualmente tão importante quanto capacidade" (Harry F. Banks)
Romário Soares disse…
Gostei! Vc já fez o mias importante: Deu o Primeiro passo! O ato de iniciar equivale ha mais da metade do caminho, vc iniciou, então se delicie na sua escrita e se joga! hehe...
Obrigada, Mana e Romário... valeu mesmo pelo estimulo e avaliação desse trabalho. bjim

Postagens mais visitadas deste blog

Folha Amassada

Folha amassada
Quando eu era criança, por causa do meu caráter impulsivo, tinha raiva de qualquer coisa. Na maioria das vezes, depois desses incidentes me sentia envergonhada me esforçava para consolar a quem eu tinha magoado.


Um dia , minha professora me viu pedindo desculpas, depois de uma explosão de raiva e entregou-me uma folha de papel lisa e disse:

Amasse-a!


Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha. A professora me disse novamente: agora deixe-a como estava antes.


Óbvio que não pude deixá-la como antes. Pôr mas que tentasse, o papel continuava cheio de pregas.


A professora me disse: o coração das pessoas é como esse papel. A impressão que neles deixamos será tão difícil de apagar como esses amassados. Assim, aprendi a ser mas compreensiva e mais paciente.


Quando sinto vontade de estourar, lembro daquele papel amassado. A impressão que deixamos nas pessoas é impossível de apagar. Quando magoamos alguém com nossas ações ou com nossas palavras, logo queremos consertar o erro, mas é ta…

Mudanças

Boa noiteeeee, Bemmmm mudanças…O que falar de um tema que causa tantas dúvidas. Sim!!! DÚVIDAS!Tudo começa pela escolha, e se você não escolhe, já está sem querer querendo fazendo uma.Qual a melhor escolha a se fazer sobre um determinado assunto? Vou ou fico? Esse ou aquele? Enfim, mudanças sempre causam algumas dúvidas, mas, na verdade elas sempre vem para o bem de todos.E se a escolha feita não foi a melhor? Você provavelmente sofreu com sua decisão equivocada, estou errada??? Acredito que não. A verdade é: Você não aprendeu com tudo isso? Se a resposta é SIM, então a mudança foi positiva. O que costumo dizer é que mudanças sempre são positivas, independente do resultado alcançado, afinal de contas o certo é aprendermos com nossos erros, e as chances de erramos novamente reduz e muito um novo e desastroso equívoco. Então fica o conselho, sempre que forem escolher algo pensem, mas pensem o necessário, porque pensar em demasia pode também atrapalhar suas chances com o sucesso do proje…